ÚLTIMA HORA

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Boqueirão chega a 4,9% da capacidade e deputado cobra plano emergencial do Estado

O deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) voltou a cobrar nesta sexta-feira (23) um plano emergencial do Governo do Estado para o abastecimento de água em Campina Grande e os municípios que dependem do reservatório. De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), o volume atual do açude é de 4,9% da capacidade total.

“Não é possível que vamos ver uma cidade do porte de Campina Grande sem água por falta de planejamento e gestão do Governo do Estado. Estamos cobrando providências desde o ano passado, observando que as obras da transposição do Rio São Francisco não ficariam pronta antes de Boqueirão chegar a secar, mas infelizmente nada foi feito”, disse o deputado.

Tovar lembrou a aflição que passam os moradores das cidades que dependem das águas de Boqueirão. “O governador não conhece a dura realidade da região do Cariri, do Sertão e da Borborema que sofre com a falta de água. Em Campina Grande, já houve outros racionamentos, mas nós precisamos de administração desses recursos, fazendo uma gestão como foi feita, por exemplo, no governo de Ronaldo Cunha Lima, que prevendo o aumento da população criou em Campina uma segunda adutora”, disse.

Diante da situação crítica, o deputado também lamentou a interrupção de parte das obras de transposição por determinação da Justiça. “A situação está se agravando mais e os últimos acontecimentos podem adiar a entrega da obra que seria um alento para o povo daquela região”, destacou.

Hoje na Paraíba já são 29 reservatórios com capacidade armazenada superior a 20% do seu volume total, outros 27 em Observação (menor que 20% do seu Volume Total) e 71 reservatórios em situação crítica (menor que 5% do seu Volume Total), entre eles o açude de Boqueirão.


Assessoria

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2018 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br