ÚLTIMA HORA

domingo, 2 de julho de 2017

Número de ataques a bancos cai mais de 40% na PB, aponta sindicato

A Paraíba registrou uma queda de 46,4% no número de ataques a agências bancárias no primeiro semestre de 2017, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 30 ocorrências de janeiro à junho deste ano, contra 56 nos primeiros seis meses de 2016. Os dados são do Sindicato dos Bancários, disponibilizados através de um mapa da violência no site da entidade.

A maior parte dos crimes foram registrados em João Pessoa, que acumulou oito ocorrências. Campina Grande e Caaporã, no Sertão paraibano, tiveram duas cada. Do número total de ocorrências, 18 foram explosões, 8 arrombamentos, dois assaltos e duas tentativas de arrombamento ou explosões.

Em fevereiro deste ano, criminosos explodiram um caixa eletrônico e destruíram uma agência bancária na cidade de Areia, no Brejo paraibano. Na ocasião, segundo a Polícia Civil, o alvo do grupo era apenas o dinheiro do caixa, mas a quantidade de explosivos foi tão grande que a estrutura do prédio ficou comprometida. Não houve confirmações se o dinheiro foi levado.

Mais recente, no dia 23 de junho, o caixa eletrônico do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa foi explodido durante a madrugada desta sexta-feira (23). A Polícia Militar, que tem posto fixo no hospital, informou que os suspeitos efetuaram três explosões mas não conseguiram alcançar o cofre do caixa.

Ainda conforme os dados do Sindicato dos Bancários foram 647 ataques a agências bancárias na Paraíba desde 2011. Deste total foram 326 explosões, 155 arrombamentos, 62 tentativas, 61 assaltos e 43 crimes de “saidinha de banco”.

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2018 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br