ÚLTIMA HORA

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Polícia prende dois homens suspeitos de executar vereador de Camalaú

A Polícia Civil, através da 14°DSPC de Monteiro, prendeu nesta quinta-feira (27), dois homens suspeitos de executarem o vereador Adelmo Teobaldo de Farias, de Camalaú. O crime ocorreu no dia 8 de setembro deste ano, por volta das 11h30, em Camalaú.

O primeiro suspeito foi preso durante a manhã, no município de Toritama, estado de Pernambuco, por meio do Grupo Tático Especial da 14° DPSC de Monteiro, sob o comando dos delegados de polícia, Dr. Gilson Duarte e Dr. Paulo Ênio Rabelo.

Já o segundo suspeito, foi preso durante a tarde, no município de Custódia, também no estado de Pernambuco. A prisão foi realizada pelo deletado Dr. Gilson Duarte e os policiais Maurício e Thyago Wagner, com apoio da Polícia Militar de Pernambuco.

Após serem qualificados e interrogados, os suspeitos foram recolhidos na Cadeia Pública de Monteiro, ficando à disposição da Justiça.

De acordo com informações da Polícia, o crime foi praticado por dois indivíduos em uma motocicleta Honda CG, cor vermelha, e segundo o inquérito policial, foi praticado a mando de José Paulo Barbosa, tio do primeiro suspeito preso na quinta-feira.

“O vereador Adelmo teve acesso a fotografias de pistoleiros que teriam agido a mando de ‘Zé Paulo’ e passou a exibi-las em Camalaú, e em virtude disso, o ‘Zé Paulo’ resolveu mandar matá-lo. Um dos executores seria o ‘docha’ (preso nesta quinta-feira) que residiu até bem pouco tempo na cidade de Custódia/PE, mas depois do crime mudou-se para Toritama”, disse o delegado de polícia Gilson Duarte, que investiga o caso.

José Paulo encontra-se foragido, e segundo o delegado Dr. Gilson Duarte, ele é investigado em outros três homicídios ocorridos na região (bem antes da morte de Adelmo).

MORTE DE ADELMO

O vereador Adelmo Teobaldo Farias (PRP) foi morto a tiros num sábado, 08 de setembro, por volta do meio-dia. Ele estava numa moto em uma estrada que dá acesso a o conjunto da Cehap, onde morava, quando dois homens em outra moto se aproximaram e atiraram várias vezes.

Três tiros atingiram a cabeça do vereador. Os moradores do local não souberam explicar quem seriam os suspeitos nem quais os motivos do crime.

Ele tinha 60 anos, estava no terceiro mandato e ocupava o cargo de 2º secretário da mesa diretora.

A moto utilizada pela dupla foi localizada no sítio “Cangalha”, em Camalaú.

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2019 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br