ÚLTIMA HORA

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Wilson Filho quer trazer bandeira do enfrentamento às drogas para a ALPB

Durante a primeira entrevista em estúdio a uma rádio paraibana após a posse como deputado estadual, nesta terça-feira (5), na BandNews João Pessoa, Wilson Filho (PTB) revelou as bandeiras que irá levantar na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). A principal delas será o enfrentamento às drogas, com a criação de uma frente parlamentar. O problema, segundo ele, tem crescido e tende a aumentar ainda mais se não for combatido de maneira contundente.
“Já estou propondo criar a Frente Parlamentar de Enfrentamento às Drogas, que foi uma coisa que eu debati de forma muito enfática lá em Brasília e, sendo muito justo, na última Legislatura, eu não consegui ver essa bandeira sendo levantada. É um problema que só vai aumentado, crescendo em todos os estados a ponto do ex-presidente, Michel Temer, e do atual presidente, Jair Bolsonaro, terem mantido o Ministério de Segurança Pública que não existia no Brasil. É um ministério recém montado que tem menos de um ano de existência”, afirmou.
Outra questão que será trazida de maneira forte ao parlamento estadual por Wilson Filho será a elaboração de estratégias e políticas que permitam o desenvolvimento regional. Em Brasília, o parlamentar lutou para o fortalecimento da economia paraibana propondo a criação da Zona Franca do Semiárido, do Instituto Federal do Sertão da Paraíba e trazendo recursos que permitiram a obra da 3ª Faixa da BR-230, de Cabedelo a Oitizeiro, por exemplo. Aqui na Paraíba, ele propõe fortalecer o turismo e fomentar o uso de fontes energéticas renováveis.

“O debate sobre as energias renováveis, as energias limpas, que a gente não consegue ver com ênfase, vou trazer [para a ALPB]. Porque, por exemplo, nosso vizinho Rio Grande do Norte tem como principal fonte de receita estadual o turismo e como segunda fonte a energia renovável. A Paraíba conseguiu ter o seu crescimento econômico sem precisar dessas duas e, se caso consiga abrir as portas para essas duas receitas, aí é que a economia vai ficar mais forte”, projetou.

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2019 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br