ÚLTIMA HORA

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Secretário Nonato Bandeira nega participação em suposto esquema

O secretário de Comunicação do Estado da Paraíba, Nonato Bandeira, emitiu nota, na manhã desta quinta-feira (5), sobre a denúncia oferecida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra ele e outras oito pessoas no âmbito da Operação Calvário. O auxiliar do governo João Azevêdo nega que tenha participado do suposto esquema de corrupção de gestões passadas do ex-prefeito de João Pessoa e ex-governador Ricardo Coutinho, ressalta que não é acusado por desvio de dinheiro e se coloca à disposição das autoridades para prestar os devidos esclarecimentos.
Nonato é acusado pela ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, de ter supostamente sido acionado e colaborado para eventual ocultação de provas para beneficiar terceiros, em um esquema que teria desviado R$ 49 milhões do município de João Pessoa durante a gestão do ex-prefeito Ricardo Coutinho (PSB).
Leia, abaixo, a nota completa:
Diante do que vem sendo noticiado desde a tarde de ontem, acerca da suposta prática de ocultação de documentos para beneficiar terceiros, esclareço o seguinte:
1. Não há contra a minha pessoa acusação de desvio de recursos públicos ou de corrupção.
2. Nunca, em tempo algum, estive reunido com qualquer pessoa nas dependências da rádio Tabajara, ou em outro lugar, para ocultar prova ou impedir a investigação de crimes de que sequer sou acusado;
3. Estranho que só agora meu nome apareça neste rumoroso caso, exaustivamente denunciado à época pela imprensa e apurado pelas autoridades competentes;
4. Por fim, coloco-me à inteira disposição das autoridades para prestar todos os esclarecimentos necessários, a fim de que a verdade seja restabelecida.
João Pessoa, 5 de setembro de 2019.
Nonato Bandeira

Secretário de Comunicação do Estado

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2019 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br