ÚLTIMA HORA

terça-feira, 17 de setembro de 2019

PB Rural: Agricultores do Cariri discutem demandas prioritárias em Sumé

A cidade de Sumé reúne, nesta quarta-feira (18), das 8h às 12h, representantes de 32 municípios das regiões dos Cariris Ocidental e Oriental, com o objetivo de discutir as ações, metas e formas de apresentar demandas a serem priorizadas de acordo com os critérios estabelecidos pelo Programa PB Rural Sustentável. O encontro é realizado pelo Governo do Estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido (Seafds) e Projeto Cooperar.
Lá, será instalado o 9º seminário, que terá como local o Ginásio de Esporte Municipal “O Netão”, na Rua Major Alfredo Mayer, 90 – Centro. Vão participar os municípios de Amparo, Camalaú, Congo, Coxixola, Caraúbas, Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São Domingos do Cariri, São João do Tigre, São José dos Cordeiros, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca, Sumé e Zabelê.
Nesta terça-feira (17), o PB Rural reuniu no Ide – Projetos Sociais, na Rua Gerson Ourique de Lima, 13 – Alto São José, em Soledade, 180 agricultores representantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável; Organizações de Produtores Rurais (associações e cooperativas); Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STR) e agentes dos Poderes Legislativo e Executivo dos municípios envolvidos, que participaram do 8º Seminário do Ciclo de Divulgação e Informações do Programa PB Rural Sustentável. O evento, começou às 8h e se prolongou até as 12h.
Ainda em Soledade, conforme o gerente regional, com sede na cidade, Sebastião de Oliveira Pereira (Kaká), foram convidados 49 municípios para participar: Areal, Assunção, Barra de Santana, Boa Vista, Caturité, Gurjão, Santo André, São João do Cariri, Soledade, Juazeirinho, Junco do Seridó, Taperoá, Tenório, Pocinhos e Montadas. Eles pertencem as regiões do Cariri, Brejo, Curimataú e Borborema.
O secretário da Agricultura Familiar, Luiz Couto, disse, durante a abertura do evento, que “hoje vocês vão ter a oportunidade de tirar todas as suas dúvidas, e que a gente saia daqui alegres, porque são R$ 320 milhões que o PB Rural irá injetar na agricultura familiar”. Luiz Couto, falou do esforço do governador João Azevêdo em conseguir “num tempo recorde”, os recursos junto ao Banco Mundial que servirão de garantia para beneficiar o homem do campo.
O prefeito de Soledade, Geraldo Moura Ramos, que representou os prefeitos da região, ressaltou a importância da agricultura familiar para sua cidade dizendo que ela esbarra na produção, por falta de garantia: “onde uma semana tem o produto e na outra não tem. É preciso que tenhamos esse controle na produção. Essa reestruturação na agricultura familiar é muito importante, e o Projeto Cooperar veio para dá suporte tanto na parte técnica, como para facilitar o acesso a mercados”.
O coordenador geral do Projeto Cooperar, Omar Gama, após fazer uma explanação acerca das atividades do PB Rural para os 180 participantes, disse que uma população de aproximadamente 165 mil pessoas, que representam 44,6 mil famílias de agricultores e pequenos produtores rurais, serão beneficiados pelo programa. Omar também lembrou que não haverá necessidades de encaminhamentos de demandas neste momento. Ele advertiu que os R$ 320 milhões que serão investidos no programa, “é um dinheiro que não será a fundo perdido, nós e o Governo do Estado daqui a alguns anos vamos pagar”.
Após as apresentações das estratégias de implementação do Programa PB Rural, foram realizadas as exposições dos técnicos do Cooperar sobre o Fortalecimento Institucional, pela coordenadora Nalfra Batista; Salvaguardas Socioambientais, pela coordenadora, Glaucia Olímpio; Acesso à Água e Redução da Vulnerabilidade Agroclimática, pelo técnico Marcos Feitosa; e Alianças Produtivas, pela coordenadora Valdeci Freire.

Em seguida aconteceu uma roda de conversas entre os técnicos do Cooperar e os representantes dos municípios envolvidos, coordenada pelo gerente de Planejamento, Gestão e Monitoramento, Flávio Luna. O prefeito de Montadas, Jonas Souza, e o chefe de gabinete do Projeto Cooperar, Marcílio Nóbrega, também estavam presentes. Na próxima semana, os seminários serão realizados nos municípios de Cuité, 24; Bananeiras, 25 e Itabaiana, 26.

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2019 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br