ÚLTIMA HORA

domingo, 15 de dezembro de 2019

Prefeitura terá de doar terreno para Minha Casa Minha Vida continuar

A equipe econômica do Governo Federal está reformulando o Minha Casa Minha Vida. É o que afirma o jornal da Folha de São Paulo, em matéria deste domingo (15), onde aponta que o programa conta com dinheiro apenas para honrar as operações já contratadas , para sobreviver, precisará contar com uma parceira com as prefeituras.
De acordo com o jornal, os municípios terão que doar terrenos para as obras da faixa 1, que é voltada para as famílias mais pobres.  “As conversas fluem ainda no sentido de permitir apenas a construção de empreendimentos em áreas com infraestrutura disponível (água, esgoto e vias de acesso)”, diz trecho da matéria.
Ainda conforme a FOLHA, a mudança trará uma redução de 30% nos custos do programa e uma queda de quase metade dos subsídios da União.
A medida não seria suficiente para acertar o déficit do programa, que precisa de mais dinheiro, vindo da União ou de remanejamento de ações sociais mantidas por prefeituras. De acordo com a matéria, apenas com essa mudança o Minha Casa Minha Vida poderá ser mantido para os mais pobres.

As mudanças feitas pela equipe vão integrar uma medida provisória, definida pelos Mnistérios da Economia, da Cidade e do Desenvolvimento Regional (MDR) e será enviada ao Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro.

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários de cunho pejorativo, obsceno, racista e ofensivo. Comentários abusivos, odiosos ou difamadores de qualquer pessoa ou instituição serão igualmente desconsiderados.

 
Copyright © 2013 - 2019 Cariri da Gente
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br